redcake

Como alcançar e bater metas todos os meses

Quando falamos sobre vendas, cada um tem a sua própria maneira de fazer as “coisas” fluírem. Alcançar, bater e dobrar metas pode ser algo simples – para alguns. Enquanto para outros pode ser o verdadeiro bicho de sete cabeças. De fato, todo vendedor tem como princípio superar os outros e a si mesmo.

É quase impossível encontrar um profissional da área que nunca tenha tido dificuldades em bater suas metas. E a gente sabe que, para uma empresa prosperar, suas vendas precisam gerar bons resultados e atender às expectativas.

Nós separamos algumas dicas que podem te ajudar a chegar de maneira mais efetiva a esse objetivo. Talvez você já as conheça, talvez ainda não tenha as visto ou talvez essas sejam colocadas de outros pontos de vista. Esperamos que te ajudem! Vamos lá?

1 – Estabeleça as metas

Parece óbvio, mas sem dúvida esse é o primeiro passo. Ter as metas definidas não é o suficiente. É preciso avaliar se elas são realmente alcançáveis.  A pessoa responsável pelo planejamento de vendas deve ter plena consciência disso. Afinal de contas, metas inalcançáveis só servem para criar uma equipe desmotivada.

Para que isso não aconteça, o ideal é que o gestor peça sugestões para a equipe de vendas. Situação que pode até gerar maior comprometimento dos profissionais. Quando existe a autoimposição de metas, a pessoa tende a buscar com maior empenho seu objetivo.

Se você é gestor, estabeleça critérios possíveis de serem cumpridos para a sua equipe. Se você é vendedor, converse com seus colegas e pense em uma estratégia de como levar essa sugestão para a sua liderança.

2 – Faça controle de metas

Depois é preciso controlar o desempenho das metas. Para, então, conseguir identificar erros e acertos.  A partir desse monitoramento também será possível mensurar as atividades, o que está sendo feito, se está longe ou perto de alcançar as metas e traçar planos de ação.

Dessa forma, tanto gestor quanto vendedores terão uma ideia melhor do andamento das etapas de venda. Para esse controle, o ideal é contar com um bom sistema CRM, que forneça funil de vendas intuitivo, além de diversas outras informações sobre o desempenho da equipe.

3 – Gerenciamento de tempo

Com as metas bem estabelecidas e devidamente monitoradas, é preciso atenção para alcançá-las. Tenha uma coisa em mente: não será possível atingir metas se o vendedor não colocar foco total em suas atividades.

Observe as tarefas do seu dia, o tempo que está sendo gasto em cada uma delas e se você não está procrastinando. Fazer uma correta gestão de tempo é essencial para qualquer atividade dentro de uma empresa. Para os vendedores, desperdiçar minutos pode significar perdas de oportunidade de vendas.

A rotina de um vendedor inclui constantes negociações, prospecção de clientes, oferecer produtos, criar propostas e concluir vendas novas durante o mês inteiro. Uma forma de fazer com que o seu tempo renda mais é separar alguns dias da semana para focar em algumas dessas atividades.

Por exemplo: fazer follow-up nas segundas e programar a semana em função dos feedbacks; prospectar nas terças, fazer propostas e participar de reuniões às quartas e assim por diante.

Outra coisa, esse modelo de organização é apenas uma das formas que você pode aproveitar e gerenciar melhor o seu tempo, mas deixe que engesse a sua rotina.

4 – Metas diárias precisam ser cumpridas

Uma das maiores dificuldades em atingir metas de vendas está relacionada a longo prazo. Muitas vezes, os vendedores têm em mente apenas as cotas mensais ou semanais e acabam deixando de lado a organização das tarefas diárias.

Então, comece a estabelecer metas do dia. Use indicadores, como quantidade de ligações, visitas ou prospecção de clientes nesse período. Tenha metas de tarefas a fazer (que se converterão em vendas futuras), não apenas metas de resultados de vendas.

Metas com prazos próximos têm maiores chances de serem cumpridas. Uma boa dica é: na parte da manhã, revisar suas tarefas e desenhar a meta de vendas do dia, além de ligações, propostas, e-mails, etc.).

5 – Saiba em quem focar

Uma das piores falhas que um vendedor pode cometer é ficar sempre em busca de compradores que pareçam ter um perfil fácil para se realizar uma venda. Não estamos dizendo que essas pessoas precisam ser excluídas da lista de possíveis clientes. Pelo contrário, elas devem sim fazer parte da sua prospecção de clientes, porém não devem ser o foco central.

Existem perfis mais ou menos adequados de compradores. Mas nem sempre estão relacionados à facilidade na hora da venda. Uma ideia que pode ajudar é usar a Lei de Pareto e focar nos clientes que trazem os melhores resultados.

6 – Mantenha seu pipeline atualizado

Um vendedor que quer atingir metas de vendas deve ser capaz de qualificar seus leads em seu pipeline de maneira correta e realista. Para isso, é preciso fazer uma cuidadosa análise e excluir as opções que não representam negócios em potencial.

É basicamente isso mesmo: exclua aqueles clientes que estão te fazendo perder tempo. Não à toa é imprescindível saber ler seu pipeline, atualizando-o constantemente. Observe bem, reflita e analise cada nome. Identifique as reais oportunidades.

7 – Crie métricas de desempenho

Outro ponto é conseguir mensurar o desempenho individual do pipeline. Faça uma análise combinada dos seus leads e esforços demandados para concluir uma venda.

Comece a mensurar dados, como: quantas ligações foram feitas para fechar uma venda, quanto tempo gastou para criar um relacionamento com seu cliente, etc.

Assim, você cria métricas de autoavaliação. E, a partir delas, será capaz de detectar pontos que precisam de mais atenção e quais têm ótimos resultados.

8 – Aprimore-se

Como em qualquer profissional, para melhorar é preciso aprimorar. Sempre existe algo novo a ser aprendido e apreendido. Especialmente com tatas evoluções e inovações frequentes no âmbito dos negócios.

Por isso, busque formas de aumentar seus conhecimentos, tanto em falhas percebidas através da autoavaliação ou feedback de gestores, quanto por novidade que surgiram no mercado.

Cursos, palestras, leituras constantes, até mesmo a busca por um mentor que possa te ajudar no seu desenvolvimento profissional.

Inspire-se e seja inspiração! E se você gostou de saber mais sobre suas futuras navegações na internet, provavelmente irá gostar também dos outros assuntos que temos aqui no blog. Então se liga nas outras novidades que tem por aí.







Cases

A melhor forma de conhecer a qualidade dos nossos serviços é através daqueles com quem trabalhamos.