RedCake Agência de Marketing Digital

Digital Influencer: o que é e quanto ganham

Desde as mais remotas eras, como em épocas de Fotolog, Flogão, Orkut… a imagem do digital influencer existia. De fato, o status que essa figura possui hoje só ganhou força a partir do momento em que marcas começaram a usar as redes sociais. Por serem canais estratégicos de divulgação para seus produtos e serviços, nada melhor que unir o útil ao agradável.

Há quase 10 anos, pioneiro como digital influencer, PC Siqueira fez o upload do seu primeiro vídeo [2010]. Até a data de escrita dessa matéria, são 607 vídeos publicados de lá pra cá. Somando 292.429.616 visualizações. Mesmo assim, ele ainda está bem longe de ser o YouTuber mais conhecido do Brasil.

Atualmente, o canal com o maior número de visualizações é o KondZilla. Autodenominado “a maior produtora de conteúdo audiovisual de música eletrônica de periferia do Brasil”. Com 49.435.854 inscritos e 10.040 vídeos publicados. Por ser um canal que publica vídeos de diversos artistas, não pode ser considerado um digital influencer.

digital influencer

Então, esse posto fica com o comediante mais famoso da internet, Whindersson Nunes. O canal, que leva seu nome, tem 35.716.245 inscritos e 363 vídeos publicados. Entre PC Siqueira e Whindersson Nunes existe um hiato de três anos. Mas o segundo conseguiu conquistar posições nos rankings internacionais. Chegando a ser considerado o segundo youtuber mais influente do mundo.

digital influencer

Digital Influencer: onde encontrar?

digital influencer

Para quem acha que é possível encontrar um digital influencer apenas no YouTube, muito se engana. Prova disso é Gabriela Pugliesi, com seus 4 milhões de seguidores no Instagram. Em seu perfil ela compartilha uma rotina de alimentação e malhação diária.

digital influencer

Não muito distante, está Thaynara OG, que conquistou seu espaço fora do YouTube. A digital influencer começou a fazer sucesso com seus vídeos de curta duração no Snapchat. Atualmente, ela já se encontrar fazendo [muito] sucesso em outras redes, como Instagram e Twitter.

E o que isso tem a ver com marketing digital?

digital influencer

Essa pergunta tem uma resposta um tanto quanto óbvia. Mas vamos lá! Citei aqui cinco grandes [pra não dizer gigantes] canais de comunicação, sendo quatro de influenciadores digitais.

A questão é: o que mais chama a atenção de grandes marcas – além do número bastante considerável de seguidores – é a segmentação da audiência. Cada um deles se comunica com um nicho, o que torna a publicidade mais assertiva que os outdoors e comerciais de TV.

Uma pesquisa realizada pela Social Chorus concluiu que uma campanha com digital influencers pode ter um engajamento 16 vezes maiores do que a publicidade em outros meios de comunicação.

Só para fazer uma analogia, é como se uma marca contratasse John Wick [Keanu Reeves] para fazer parte de uma campanha e a veiculasse na Globo em horário de maior ibope. Mas aí você pega esse número e multiplica por 16, esse é o resultado de campanhas com influenciadores digitais nas redes.

digital influencer

Ainda no âmbito das pesquisas, a Nielsen – empresa especializada no comportamento dos consumidores – mostrou que 90% dos clientes confiam na recomendação de outras pessoas. [O que explica bem as classificações dos produtos e empresas em sites como “Reclame Aqui” e “Consumidor.gov”.]

Levando essa informação em consideração, não é à toa que um digital influencer seja tão importante em propagar uma marca, produto ou serviço. Isso faz com que seu potencial para gerar negócios dê maior para negociar valores e ganhar dinheiro, aproveitando o conteúdo que já produziam.

Situação, aparentemente, nada desconfortável, uma vez que continuam fazendo o que faziam por hobby, só que ganhando dinheiro. Mas a “coisa” vem sendo levada tão à sério que já existe até faculdade de digital influencer, inclusive aqui no Brasil.

Vantagens e desvantagens de ser um digital influencer

digital influencer

Provavelmente, uma das maiores vantagens de ser um digital influencer é a possibilidade de trabalhar remoto. Ou seja, em qualquer lugar – em casa, no carro, no parque, no trem, viajando… enfim. Os pré-requisitos básicos são: internet, smartphone, câmera e/ou notebook. Material suficiente para gravar vídeos, tirar fotos, publicar e interagir com seus seguidores.

Além disso existem alguns outros “pequenos” detalhes, como: liberdade editorial – poderem falar sobre o que quiserem, assuntos que tem interesse e etc., apesar de que quando contratado por uma empresa é preciso que seja conversado e negociada essa liberdade editorial.

Outros pontos são ter uma agenda flexível, podendo gerenciar melhor seus compromissos pessoais e profissionais. Levando em consideração que é preciso ser bastante organizado, já que a produção de conteúdo é constante.

Como são figuras perfeitas para divulgação de produtos, muitas vezes, além das vantagens de um contrato acabam tendo acesso a viagens, eventos e produtos. Um tipo de recompensa muito comum, especialmente no início da carreira.

– As desvantagens:

digital influencer

Como qualquer outra pessoa famosa, por n motivos, o digital influencer não tem tanto tempo com a família quanto gostaria. Uma vez que o trabalho só tende a aumentar. Assim como o número de viagens e eventos acompanha essa demanda. O que acaba se tornando um probleminha para pessoas que são muito apegas à família, especialmente para quem tem filhos.

A falta de privacidade é outra questão. Uma vez que a pessoa já expõe sua vida, muitos seguidores sentem como se conhecessem realmente a pessoa. Fazendo com que se tornem, muitas vezes, invasivos durante os momentos de lazer. Os haters estão no mesmo nível, mas ao inverso. Os comentários maldosos podem desestabilizar emocionalmente e, até, financeiramente um digital influencer.

Ah, claro… os calotes. Se sem ser famoso ou estar em busca da fama isso já acontece, imagina quando a pessoa está traçando este caminho. Pois bem, entre grandes e pequenas, por vezes, acontece de empresas darem o calote mesmo. Não à toa os contratos são tão importantes.

Quanto ganha um digital influencer?

digital influencer

– Blog

Segundo o site Dummies, um influenciador digital pode ganhar entre US$175 e US$5.000 + por cada postagem patrocinada.

<ulclass=”redlista”> 10.000 a 50.000 visitas mensais: U$175 a U$250 por post

<ulclass=”redlista”>50.000 a 100.000 visitas mensais: U$250 a U$500 por post

<ulclass=”redlista”> 100.000 a 500.000 visitas mensais: U$500 a U$1,000 por post

<ulclass=”redlista”> Mais de 500.000+: U$1,000 a $5,000+ por post

– YouTube

O canal mais rentável para digital influencers, de acordo com a revista Época Negócios, pode render entre R$50 mil e R$150 mil por campanha. Enquanto canais pequenos recebem entre R$1 mil e R$5 mil. Esse valor é resultante da opção de monetização dos vídeos “upados” na plataforma. Assim, a pessoa recebe de US$0,60 a US$5 por visualização, dependendo do nicho de atuação.

– Instagram

Aqui as negociações são realizadas de acordo com o CPM (custo por mil impressões). Assim, um digital influencer com mais de 100 mil seguidores pode receber entre R$5 mil e R$10 mil por anúncio patrocinado. Esse valor é incrementado se a pessoa fizer mais de um post, utilizar hashtags, gravar vídeos no stories

– Twitter e Facebook

Uma agência de publicidade de Nova York (EUA), chamada Bloglovin’, realizou uma pesquisa com mais de 2.500 digital influencer norte-americanos e concluiu que:

– 90% dos entrevistados cobram menos de US$ 250 por post no Facebook.

– 96% dos entrevistados cobram menos de US$ 100 por post no Twitter.

Bom, podemos concluir que, independente do canal, um digital influencer ganhar de acordo com o número de visitar/seguidores.

Deu pra ter uma ideia melhor do que se trata um digital influencer? Bem ou mal, eles são o “novo tipo” de celebridade do mundo atual. Assim como um dia as conhecidas vozes dos rádios passaram a ser os belos rostos da televisão até algumas poucas décadas atrás.

Ainda é válido citar que essas pessoas fazem sucesso pelo simples fato de estarem próximas ao público. Como dissemos, cada um tem seu público-alvo, seu nicho muito bem segmentado e definido. Mas se há algo em comum no que fazem para atrair é a proximidade. Envolver seguidores para que se sintam parte integrante e importante de cada projeto (vídeo, post, frase, momento, conquista…).







Cases

A melhor forma de conhecer a qualidade dos nossos serviços é através daqueles com quem trabalhamos.